Peça do Coração: EXCALIBUR

ZDB @ Teatro São Luiz

(ENGLISH)

Piece of the Heart: EXCALIBUR, directed by choreographer and dancer Mariana Tengner Barros, designs disciplinary crossings in collaboration with graphic artist Mark Angelo and the A Bela Associação team. This project arises from the desire to value nature, with a special focus on trees and the importance they have in the balance of ecosystems. The creation process originated in the mapping of the oldest trees in the Greater Lisbon area. Four areas were chosen around the identified trees: Alcântara, Lumiar, Loures and Benfica. Much of the research was carried out under symbolic actions resulting from dialogue with the local community, free workshops, short performances and video recordings.

This phase of the project was called Invisible Forest, an autonomous, temporary and mobile performance space. The material collected and worked on in this phase make up the dramaturgy of Piece of the Heart: EXCALIBUR. Its creation also includes strategies that allowed the production of content accessible to blind and deaf people. It is very important for the team of this project that it can contribute to the eradication of prejudice and exclusion in relation to people with disabilities. Piece of the Heart: EXCALIBUR is a hybrid object, composed of several fragments of this experimentation, that invites the public to open their senses, in search of giving visibility to the invisible, sound to silence and shape to the unknown, in an immersive and interactive journey.

The project also includes the creation of a website to document, share and make available videos in streaming, in order to map the connections between trees, communities and territories, as well as testimonials and photographic records, or on video, of the work established with the various communities. This set of data collected will be presented in the context of national deforestation.


(PORTUGUESE)

Peça do Coração: EXCALIBUR dirigida pela coreógrafa e bailarina Mariana Tengner Barros, projecta cruzamentos disciplinares em colaboração com o artista gráfico Mark Angelo e a equipa da A Bela Associação. Este projecto surge da vontade de valorizar a Natureza, com foco especial nas árvores e na importância que estas têm no equilíbrio dos ecossistemas.
O processo de criação teve origem no mapeamento das árvores mais antigas da área da grande Lisboa. Foram escolhidas 4 áreas em torno das árvores identificadas: Alcântara, Lumiar, Loures e Benfica. Grande parte da pesquisa desenvolveu-se sob acções simbólicas resultantes do diálogo com a comunidade local, workshops gratuitos, pequenas performances e gravações de vídeo. Esta fase do projecto chamou-se Floresta Invisível, espaço de performance autónomo, temporário e móvel.

O material recolhido e trabalhado nesta fase compõem a dramaturgia de Peça do Coração: EXCALIBUR. Na sua criação são também incluídas estratégias que permitem produzir conteúdos acessíveis a pessoas cegas e surdas. É muito importante para a equipa deste projecto que este possa contribuir para a erradicação do preconceito e exclusão em relação a pessoas com deficiência. Pretende-se que Peça do Coração: EXCALIBUR seja um objecto híbrido, composto por vários fragmentos desta experimentação, que convide o público a abrir os sentidos, na procura de conferir visibilidade ao invisível, som ao silêncio e forma ao desconhecido, numa viagem imersiva e interactiva.
O projecto conta também com a criação de um website para documentar, partilhar e disponibilizar vídeos em streaming, de forma mapear as conexões entre árvores, comunidades e territórios, assim como depoimentos e registos fotográficos, ou em vídeo, do trabalho estabelecido com as diversas comunidades. Este conjunto de dados recolhidos será apresentado no contexto da desflorestação nacional.

https://zedosbois.org/programa/peca-do-coracao-excalibur/

Terça 29.09.20 18:00

Terça 29.09.20 20:00

Teatro São Luiz ⟡ Sala Mário Viegas


Links:

ZDB

Tickets


Direcção Artística

Mariana Tengner Barros em colaboração com Mark Angelo

Co-criação e Interpretação

Ana Rocha, Bernardo Bertrand, Diana Bastos Niepce, Jonny Kadaver, Mariana Tengner Barros, Mark Angelo, Mee K, Sebastião Pinto, Tiago Rosário, Vera Marques e participantes dos workshops

Direcção Musical

Jonny Kadaver

Direcção Gráfica, Serigrafias e Figurinos

Mark Angelo

Direcção Técnica

Daniel Oliveira

Apoio Dramatúrgico

Nuno Miguel

Vídeo

Vera Marques

Câmaras

Vera Marques, Mark Angelo, Jesus Crido e Diogo Simões

Co-produção

Galeria Zé dos Bois


Apoios

Programa de Mentoring Acesso Cultura, Ana Sousa Atelier

Parcerias

CIM- companhia de dança
Câmara Municipal de Loures – Unidade de Inclusão e Cidadania Projecto financiado pela Fundação GDA