ELECTRIC

Com Mark Tompkins, Mariana Tengner Barros, Elizabete Francisca, Luís Guerra, Vânia Doutel Vaz, Bdjoy, Jonny Kadaver e Mee_K.

2 Abril, 18h

Local: Mata dos Medos – ponto de encontro na entrada da Mata do outro lado da estrada do Centro de Interpretação da Mata

dos Medos – ICNF. Performance gratuita.

ELECTRIC é uma performance improvisada, feita em tempo real, ao vivo, por um grupo de experientes coreógrafos e intérpretes da dança e performance contemporâneas, na Mata dos Medos, acompanhados por um grupo de músicos improvisadores, tocando instrumentos de percussão. O público é convidado a deambular pela Mata, ao encontro da performance, podendo assistir de diferentes formas, mais ou menos perto dos intérpretes, mudando de posição e pontos de vista, pondo em causa o papel passivo do espectador, e promovendo um papel de investigação na forma de assistir a um espetáculo, ao ar livre, sob a força da paisagem natural e em diálogo com o meio. O grupo de improvisadores é composto pelos coreógrafos e bailarinos Mark Tompkins, Mariana Tengner Barros, Elizabete Francisca, Luís Guerra e Vânia Doutel Vaz e pelos músicos Bdjoy, Jonny Kadaver e Mee_K. Presenciar intérpretes a improvisar em tempo real, ao vivo e em relação direta com a Natureza, é algo muito especial. Este projeto tem como base a valorização da Natureza, inspirando-se nela e trazendo à tona as suas lutas. Todas as pessoas envolvidas, tanto equipa artística como público, devem respeitar o meio ambiente, não deixando rasto e até trazendo lixo que encontrem por lá…


Peça do Coração: EXCALIBUR

Peça do Coração: EXCALIBUR dirigida pela coreógrafa e bailarina Mariana Tengner Barros, projecta cruzamentos disciplinares em colaboração com o artista gráfico Mark Angelo e a equipa da A Bela Associação. Este projecto surge da vontade de valorizar a Natureza, com foco especial nas árvores e na importância que estas têm no equilíbrio dos ecossistemas.
O processo de criação teve origem no mapeamento das árvores mais antigas da área da grande Lisboa. Foram escolhidas 4 áreas em torno das árvores identificadas: Alcântara, Lumiar, Loures e Benfica. Grande parte da pesquisa desenvolveu-se sob acções simbólicas resultantes do diálogo com a comunidade local, workshops gratuitos, pequenas performances e gravações de vídeo. Esta fase do projecto chamou-se Floresta Invisível, espaço de performance autónomo, temporário e móvel.

O material recolhido e trabalhado nesta fase compõem a dramaturgia de Peça do Coração: EXCALIBUR. Na sua criação são também incluídas estratégias que permitem produzir conteúdos acessíveis a pessoas cegas e surdas. É muito importante para a equipa deste projecto que este possa contribuir para a erradicação do preconceito e exclusão em relação a pessoas com deficiência. Pretende-se que Peça do Coração: EXCALIBUR seja um objecto híbrido, composto por vários fragmentos desta experimentação, que convide o público a abrir os sentidos, na procura de conferir visibilidade ao invisível, som ao silêncio e forma ao desconhecido, numa viagem imersiva e interactiva.
O projecto conta também com a criação de um website para documentar, partilhar e disponibilizar vídeos em streaming, de forma mapear as conexões entre árvores, comunidades e territórios, assim como depoimentos e registos fotográficos, ou em vídeo, do trabalho estabelecido com as diversas comunidades. Este conjunto de dados recolhidos será apresentado no contexto da desflorestação nacional.

https://zedosbois.org/programa/peca-do-coracao-excalibur/

Apoios:

Programa de Mentoring Acesso Cultura, Ana Sousa Atelier, Terra Amarela

Parcerias:

CIM- companhia de dança, Câmara Municipal de Loures- Unidade de Inclusão e Cidadania e ADPAC- Ass. de Defesa do Património Ambiental e Cultural de Santa Iria da Azóia

Projecto Financiado pela Fundação GDA e dgARTES

Apresentações passadas:

  • 29.09.20 no Teatro São Luiz ⟡ Sala Mário Viegas

Links:

ZDB

Tickets


Direcção Artística: Mariana Tengner Barros


Co-criação e Interpretação: Ana Rocha, Bárbara Pollastri, Bernardo Bertrand, Diana Bastos
Niepce, Jonny Kadaver, Mariana Tengner Barros, Mark Angelo, Mee K, Sebastião Pinto,
Tiago Rosário e Vera Marques


Direcção Musical: Jonny Kadaver


Direcção Gráfica, serigrafias e figurinos: Mark Angelo


Direcção Técnica: Daniel Oliveira


Apoio Dramatúrgico: Nuno Miguel


Edição de vídeo: Vera Marques


Câmaras: Vera Marques, Mark Angelo, Jesus Crido e Diogo Simões


Co-produção: Galeria Zé dos Bois


Produção: A Bela Associação


Agradecimentos: Gruta, Rádio Ophelia, Paula Moraes, Marco Paiva, Renaud Ruhlmann, Inês Cóias
Marta Ziul, Diogo Chotas André Curto, Gustavo Morgado, André Pais, Cristina Mendes, João
Rodrigues e participantes das acções de Teatro de Guerrilha


Fotografias da Peça do Coração
Teatro São Luiz ⟡ Sala Mário Viegas

Fotos de Ensaio Geral de Vera Marmelo

Fotos da Peça por João Frade

Fotos da Peça de Vera Marmelo


Fotografias da Peça do Coração: EXCALIBUR
Cine Teatro Avenida – Castelo Branco

Peça – Fotografias – Mark Angelo

Ensaio – Fotografias – Mark Angelo